quarta-feira, março 04, 2015

ÁGUA EM CRATEÚS População comemora nova adutora


camilo
O governador Camilo Santana abriu a válvula da adutora, em Crateús, na noite da última segunda-feira. A água é transportada do Açude Araras, em Varjota, na região norte, por 156 km até lá
map
Crateús Após praticamente 30 dias sem água nas torneiras de suas casas a população de Crateús, no Sertão dos Inhamuns, voltou a ficar aliviada. A válvula da nova adutora, com 156 quilômetros de extensão, captando água do Açude Araras, no município de Varjota, na região Norte, foi aberta na noite desta segunda-feira, 2, pelo governador Camilo Santana.
A válvula fica situada na Estação de Tratamento de Água (ETA) da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), no bairro Planalto. Nas próximas 24 horas, o abastecimento deve ser normalizado em todos os bairros da Cidade, segundo o anuncio feito durante a visita.
De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Crateús, mais de 50 mil habitantes estão sendo beneficiados. Desde 20 de janeiro, a área urbana vinha enfrentando um colapso do abastecimento, quando os dois reservatórios da Cidade, o Açude Carnaubal e a Barragem do Batalhão, chegaram ao fim de suas reservas.
A Administração montou uma complexa estrutura para atender emergencialmente à demanda da população, enquanto a obra da adutora não era concluída. Além de sete carros-pipa circulando diariamente pelos bairros da Cidade, foram perfurados 15 poços artesianos e distribuídas cisternas em diversas áreas residenciais da zona urbana do Município.
Com a conclusão da adutora, não haverá mais corre-corre de moradores pela rua toda vez que algum carro-pipa passar. Para a líder sindical Maria de Fátima Gomes, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Crateús, foram dias de muito sufoco, apesar do esforço da Prefeitura ter realizado operações de emergência para atender às necessidades da população. Quem não tinha recursos financeiros para comprar a cerca de 1.000 litros de água a R$ 50,00 o jeito era realmente correr com os baldes para a rua.
Ainda conforme Maria de Fátima, moradora, segundo ela, do maior bairro de Crateús, Venâncio, as chuvas dos últimos dias estão dando um pouco mais de alívio para quem não tinha mais água em casa. Na segunda-feira, uma chuva de aproximadamente 30 milímetros banhou a Cidade. Ela e os vizinhos não perderam tempo. Quando viram as nuvens carregadas na região, compraram tambores para armazenar a água. Para ela, a iniciativa dos governantes, aliada à bondade da natureza, vai espantar de vez a crise hídrica na maior Cidade da região.
Durante a solenidade de abertura da válvula da adutora, o governador Camilo Santana ressaltou que o novo sistema de abastecimento é o maior construído no Estado. Ele disse que ainda faltam alguns ajustes para começar a funcionar plenamente. Além de agradecer aos técnicos que tornaram a adutora realidade ele também pediu à população para usar a água de forma responsável, sem desperdícios.
De acordo com a assessoria do governador, a obra recebeu investimento da ordem de R$ 82 milhões. Além da extensão de 156 quilômetros, a rede de dutos conta com quatro estações elevatórias e vazão de 205 litros por segundo, o equivalente a 738 metros cúbicos por hora.
A adutora já está abastecendo a cidade de Nova Russas, com vazão de 75 litros por segundo (270 metros cúbicos/hora), enquanto que para Crateús são 130 litros por segundo (468 metros cúbicos/hora). No total mais de 110 mil habitantes estão sendo beneficiados.
Alex Pimentel
Colaborador

0 comentários:

Postar um comentário