terça-feira, julho 04, 2017

Senado define hoje calendário de votação da reforma trabalhista

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), deve definir nesta terça-feira o calendário de votação da reforma trabalhista no plenário da Casa. A base governista quer votar o texto antes do recesso parlamentar, que começa no dia 18 de julho.
Para dar tempo, Eunício vai colocar em votação hoje requerimento de urgência para a tramitação da proposta. Se o requerimento de urgência for aprovado, a reforma pode ser colocada em votação depois de duas sessões ordinárias do Senado.
O senador Jorge Viana (PT-AC) defende que, durante esta semana, o tema seja apenas debatido pelos parlamentares e que o encaminhamento e votação fiquem para o dia 12 de julho.
Os líderes se reúnem nesta terça, a partir das 14h30, para discutir a tramitação da reforma. O líder do governo e relator da reforma trabalhista na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senador Romero Jucá (PMDB-RR), diz que a votação não pode passar da próxima semana.
A aposta da oposição para tentar barrar a reforma trabalhista é que Michel Temer perca apoio parlamentar ao longo dos próximos dias. A Câmara analisa um pedido de abertura de inquérito contra o presidente da República pelo crime de corrupção passiva.
A reforma trabalhista já passou por três comissões do Senado. Numa delas, a Comissão de Assuntos Sociais, a proposta governista, relatada pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), foi rejeitada.
(Com Agência Senado)

0 comentários:

Postar um comentário