domingo, setembro 30, 2012

Decisão do TSE pode sepultar Lei da Ficha Limpa


Entendimento entre ministros afasta a hipótese de serem inelegíveis quem tem contas rejeitas por tribunais
Por: Luzenor de Oliveira
Uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pode provocar uma reviravolta no quadro de indeferimentos de candidatos a prefeito e a vereador com base na Lei da Ficha Limpa. O TSE concedeu registro de um candidato a prefeito (Sanvoval Cadengue de Santanta, cidade de Brejão, em Pernambuco), que teve contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas, mas não julgadas pela Câmara de Vereadores.
Com esse julgamento, que permitiu um suposto candidato a prefeito ficha suja ter deferida a sua candidatura, o TSE considerou que somente a Câmara de Vereadores tem poder para rejeitar as contas de um gestor.
''O entendimento afasta a possibilidade de tornar inelegíveis os candidatos que tiveram suas contas de gestão rejeitadas por tribunais de contas (municipal, estadual ou da União)'', descreve texto de reportagem do Jornal Folha de São Paulo.
O julgamento do TSE é questionado pela Procuradoria-Geral Eleitoral por considerar que cabe ao Supremo Tribunal Federal (STF) a palavra final sobre o caso. A Lei da Ficha Limpa foi considerada constitucional, no ano passado, pela maioria dos ministros do STF, o que alimenta esperanças dos defensores da nova legislação não ser transformada em letra morta.
A decisão do Tribunal Superior Eleitoral foi recebida com preocupação com especialistas em direito eleitoral, defensores da lei e, principalmente, promotores eleitorais que lutaram e lutam para ver a Lei da Ficha Limpa como instrumento de exclusão de maus políticos da vida pública do País.
Segundo o juiz Márlon Reis, um dos autores da minuta da Lei da Ficha Limpa, a decisão do TSE é um duro golpe contra a aplicação da legislação, mas é taxativo: o entendimento do TSE será derrubado pelo STF. E acrescenta: ''A decisão do TSE contraria o que ficou consolidado no Supremo''.

Crateús, Projeto amplia conhecimentos sobre a caatinga

Ação da Associação Caatinga sensibiliza educadores de Crateús a incentivar alunos para preservar o bioma

Crateús. A Associação Caatinga está realizando, neste Município, através do projeto "No Clima da Caatinga", a Oficina de Educação Ambiental "Conheça e Conserve a Caatinga", voltada a educadores da rede pública ou privada de ensino e escolas interessadas em adotar o kit didático e aplicar o estudo na escola.

Os kits foram distribuídos para oferecer, ao mesmo tempo, fundamentos teóricos e práticos. O material é utilizado pelos educadores tanto em sala de aula, quanto em aulas de campo fotos: Silvania claudino

É uma contribuição do projeto que pretende ampliar as informações e conhecimentos relacionados ao bioma caatinga. O objetivo é sensibilizar os educadores a multiplicar esse conhecimento aos estudantes (do 6° ao 9°ano) das escolas públicas para a conservação e preservação do bioma caatinga.

Na programação, estudo sobre as características da caatinga, mudanças climáticas, tecnologias sustentáveis e educação ambiental, com o foco na conservação do bioma cuja concentração ocorre na região Nordeste do Brasil. Ocupando cerca de 12% do território nacional, a caatinga cobre grandes faixas do Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e parte de Minas Gerais.

Segundo a Associação, a falta de informação e de materiais didáticos sobre a caatinga, sua importância e biodiversidade é um dos fatores limitantes para um maior conhecimento e valorização desse ambiente natural e único pela sociedade.

O Kit Didático é formado por uma coleção de quatro cartilhas com as temáticas: "O bioma caatinga", "Mudanças climáticas e suas consequências para a caatinga", "Tecnologias sustentáveis na caatinga" e "Educação ambiental na caatinga".

Os kits são distribuídos gratuitamente para os participantes da oficina, e as escolas também recebem o material para consultas. A coleção foi concebida para oferecer, ao mesmo tempo, fundamentos teóricos e práticos. O material é utilizado pelos educadores tanto em sala de aula quanto em aulas de campo.

"A elaboração desse material surgiu da necessidade de informações sobre o bioma, que são restritas no material que eles, professores, e alunos recebem. É tanto que eles ficam encantados com o material, que é bonito, de linguagem acessível e com imagens da nossa realidade. É um recurso a mais para os educadores. Eles se sentem mais informados e seguros para tratar do assunto com seus alunos", ressalta Andreza Antunes, técnica ambiental da Associação e coordenadora da Oficina.

Além do kit didático, os educadores recebem uma capacitação para trabalhar as temáticas e acompanhar das atividades pedagógicas. Essa ação é parte das metas do Projeto "No Clima da Caatinga", realizado pela associação com o patrocínio da Petrobras, dentro do programa ambiental da empresa.

Identificação
Oficinas já foram realizadas em Crateús, Fortaleza e Ipaporanga, com uma estimativa de 180 educadores, de forma interdisciplinar e transversal, nas turmas de 5º ano, 6º ao 9º ano, jovens e adultos e ensino básico. Essa é a sétima turma assistida pela associação. Os resultados são considerados satisfatórios pela entidade. "Já realizamos anteriormente e percebemos que desperta a consciência nos educadores e, em consequência, nos espaços escolares, pois os conteúdos são inseridos em sala de aula, dentro do ambiente pedagógico, espaço privilegiado para a construção do conhecimento", destaca a coordenadora.

Para ela, os maiores ganhos ocorrem porque o aluno se identifica com a sua realidade, com o fato de ser catingueiro (denominação para os moradores em áreas do bioma caatinga) e estar inserido nessa realidade.

"A partir dessa identificação com a realidade, o clima e o meio ambiente, a comunidade passa a sentir a necessidade de conviver bem com a natureza e reflete sobre como contribuir para a sua conservação e preservação", acrescenta.

No decorrer da oficina, os educadores realizam, sob a orientação dos técnicos da associação, um plano de ação, que contém o planejamento de atividades escolares. Após a oficina, a associação acompanha o andamento do referido plano e interage também com a escola, inclusive, fazendo a mediação e dando suporte ao educador e à escola.

Conservação
Localizada no Sertão dos Inhamuns, no Município de Crateús (Ceará) e Buriti dos Montes (Piauí), numa área classificada pelo Ministério do Meio Ambiente como de alta importância para a conservação, a Reserva Natural Serra das Almas tem uma área de 6.146 hectares que abrigam uma amostra significativa da flora e fauna da caatinga.

A sede da reserva fica a 50km da cidade de Crateús (385km de Fortaleza), sendo este percurso percorrido em 1 hora e 15 minutos em média. É gerenciada pela Associação Caatinga.

Ações
Outra ação de preservação ambiental empreendida pela ONG, desta feita com o poder público municipal, no sentido de sensibilizar estudantes e sociedade sobre a importância do cuidado com o meio ambiente, é por meio do projeto "A Escola vai à Caatinga, e a Caatinga vai à escola". Cerca de 1000 alunos da rede municipal visitaram a Reserva Natural Serra das Almas no ano passado, e obtiveram informações sobre as espécies nativas da Caatinga.

Uma ação constante é o plantio de mudas nativas do bioma caatinga, recompondo a vegetação e imprimindo um caráter de cuidado com a flora característica da região.

Essas ações realizadas no Interior do Estado do Ceará somam-se à campanha "Plante uma árvore. Semeie esta ideia!", lançada em fevereiro deste ano pelo Grupo Edson Queiroz, com o objetivo de transformar Fortaleza na cidade mais arborizada. As poucas áreas verdes no espaço urbano tem levado à Capital altas temperaturas e falta de sombra, problemas também sentidos em outras regiões do Estado.

Capacitação gera melhoria de vida
Crateús. O projeto "No Clima da Caatinga" é realizado pela Associação Caatinga na Reserva Natural Serra das Almas, neste Município, com o objetivo de contribuir para mitigação de efeitos potencializadores do aquecimento global, por meio da fixação e redução de emissão de gás carbônico em ações de conservação do bioma.

O objetivo da ação é contribuir para mitigação de efeitos potencializadores do aquecimento global no planeta. Daí a conscientização da comunidade em geral

Envolve 16 comunidades em torno da reserva e beneficia mais de cinco mil pessoas com atividades voltadas para a conscientização e preservação ambiental. É patrocinado pela Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental.

Várias ações já foram realizadas dentro do projeto, em execução desde o ano passado. "No Clima da Caatinga" já capacitou 300 agricultores e agricultoras de 20 comunidades do entorno da Reserva Natural Serra das Almas, ensinando técnicas de queimadas controladas e manejo correto do solo, reduzindo os impactos ambientais e evitando que a área entre em processo de desertificação.

A capacitação possibilita melhoria na qualidade de vida dos beneficiados, bem como maior sustentabilidade para uma dos biomas mais frágeis e degradados do País. "O projeto tende a melhorar a qualidade de vida das comunidades, de modo que possam desenvolver suas atividades na agricultura de maneira mais sustentável", disse a técnica da ONG, Railda Machado, que coordenou a capacitação.

Averbação
Outra ação importante para a preservação do bioma na região, realizada pelo projeto, foi a adequação ambiental. O objetivo foi realizar a adequação de 14 propriedades rurais localizadas no entorno da reserva afim de preservar o bioma.

Chamada de Averbação da Reserva Legal, a adequação é uma lei obrigatória que deve ser aplicada a todas as propriedades rurais do País e é passível de multa, em caso de desacordo.

Com a aprovação do Novo Código Florestal (Lei N° 12.651, de 25/05/2012) ficou definido para a caatinga que todas as propriedades rurais devem manter uma área preservada de 20% da área total da propriedade.

Por meio do programa, a ONG espera assegurar o uso sustentável dos recursos naturais do imóvel rural, auxiliar a conservação e a reabilitação dos processos ecológicos e promover também a conservação da biodiversidade, bem como o abrigo e a proteção da fauna silvestre e da flora nativa.

A Associação Caatinga tem 13 anos de fundação e o seu maior projeto é a Reserva Natural Serra das Almas. Com uma área de 6.146 hectares e localizada a 50Km de Crateús, a reserva possui uma amostra significativa da flora e fauna da Caatinga, recebendo, diariamente, visitantes das diversas regiões do País. Criada em 21 de outubro de 1998, com a missão de conservação da biodiversidade da caatinga, a instituição desenvolve vários projetos para a proteção da diversidade desse bioma, que é único no mundo.

Beneficiados
Conta com escritórios em Fortaleza e em Crateús, com atuação em outros Municípios desta região e de outras do Estado do Ceará. De acordo com a associação, seus projetos já beneficiaram diretamente mais de 30 mil pessoas, entre agricultores, educadores, estudantes, pesquisadores e proprietários de reservas.

A caatinga (do tupi, mata branca) é a região semiárida mais rica em biodiversidade do mundo e também uma das mais populosas. Segundo o Relatório de Monitoramento do Desmatamento na Caatinga de 2010, 45,4% da área total do bioma está alterada, fato que o coloca entre os biomas brasileiros mais modificados pelo homem.

Este também é o bioma mais desprotegido, pois somente 1% dele é protegido legalmente por unidades de conservação de proteção integral.

Mais informações
Associação Caatinga

Projeto "No Clima da Caatinga"

Telefones: (85) 3241.0759/

(88) 3691.5786 www.noclimadacaatinga.org.br

REPÓRTERSILVANIA CLAUDINO

sábado, setembro 29, 2012

Ipaporanga - Comício de Lagoa do Barro

Fazer o que! não podemos mudar a vontade do povo.

Pesquisas em Crateús

Acreditamos em quem, uma foi feita nos dias 24 e 25 e outra nos dias 25 e 26, mas dia 07 saberemos quem estava errado. Há queria lembrar que 12%
de 40.000 mil votantes que eu acho que não chega a isso só da 4.800.

Luto!

 Morre a apresentadora Hebe Camargo, aos 83 anos

Dnocs indeniza proprietários

Crateús. O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) vai indenizar proprietários de terras neste Município. Publicou, no último dia 19, o Edital nº 002/2012, que trata de desapropriação, benfeitorias e coberturas vegetais, inseridas em área rural, abrangidas pela construção do Açude Fronteiras. Estão cadastradas 29 propriedades num total de 2.202 hectares, com 43 famílias impactadas.

O Açude Fronteiras integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), cujo valor será de R$ 300 milhões FOTO: SILVANIA CLAUDINO

São terras declaradas de Utilidade Pública, e serão desapropriadas segundo os critérios do Decreto-Lei 3.356/41 e normas afins de desapropriação. O desembolso será na ordem de R$ 9 milhões de reais.

Outras desapropriações serão realizadas pelo órgão no decorrer da obra, que, de acordo com o decreto federal, desapropriará em torno de 36 mil hectares de terra para a construção da barragem. Em breve, novo edital tratando sobre desapropriação será publicado.

O Açude Fronteiras integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), cujo valor será de R$ 300 milhões. Terá capacidade de acumulação de 488 milhões de metros cúbicos de água, proporcionando abastecimento de cerca de 40% da população urbana de Crateús e 20% da população rural. O volume é o sexto maior do Ceará. Estão incluídas a construção do açude, as desapropriações e serviços de uma parte da estrada de ferro

Aceitação

Em reunião ontem, no Distrito de Ibiapaba, com técnicos do órgão e da Secretaria Municipal de Agricultura, os proprietários receberam a avaliação feita pelo Dnocs. Os expropriados terão 30 dias, a contar da data da publicação do referido edital, para aceitar a avaliação e dar entrada na documentação para posteriormente receber o pagamento. Os que não concordarem podem fazer solicitar a reavaliação.

Técnicos da comissão de desapropriação realizarão nova reunião com a comunidade na próxima quarta-feira. O Dnocs instalou a comissão de desapropriação em escritório na cidade à Rua José Coriolano, nº 194 (ao Lado da Igreja Matriz), no centro. Mesmo com o escritório, a comissão se desloca a Ibiapaba.

O Dnocs classificou as terras em dois tipos, irrigáveis e não irrigáveis. Para as primeiras modalidades desembolsará R$ 1.550 por hectare e R$ 550 para as segundas, valores que agradaram aos proprietários.

"Houve boa receptividade por parte dos proprietários acerca do valor, pois estão bons comparados a outras tabelas referentes a desapropriações", declara o presidente da comissão de desapropriação da obra, Fernando Mesquita.

"Agora, eles tem um prazo para analisar a avaliação feita pelo Dnocs acerca de cada propriedade. Depois de aceitar é preparar a documentação necessária, encaminhar para o órgão, que providenciará o pagamento", diz o engenheiro agrônomo Luciano Freire, da Secretaria Municipal de Agricultura.


Silvania claudinoRepórter

sexta-feira, setembro 28, 2012

Pesquisa - Fortaleza

Reviravolta: Roberto assume liderança com 25%, Elmano, 21%, e Moroni, 19%

Os números surpreedem e,embora realizada no mesmo período da pesquisa do Ibope, o Datafolha mostrou Elmano como liderança
Por: Luzenor de Oliveira
A nova pesquisa do Ibope, divulgada, nesta quinta-feira, pela TV Verdes Mares, aponta reviravolta na corrida pela Prefeitura de Fortaleza. O candidato do PSB, Roberto Cláudio, assumiu a liderança das intenções de votos com 25%, enquanto o candidato do PT, Elmano de Freitas, ficou com 21%, e Moroni Torgan, do DEM, em terceiro lugar, está com 19%.
Em seguida está o candidato do PDT, Heitor Férrer, com 11%. Renato Roseno, do PSOL, e Inácio Arruda, do PC do B, apresentaram 7% e 6% das intenções de voto, respectivamente. O Marcos Cals, do PSDB, pontuou com apenas 3%.
Já os candidatos Francisco Gonzaga, do PSTU, Valdeci Cunha, do PRTB, e André Ramos , do PPL, não pontuaram.
Segundo os dados do Ibope, brancos e nulos somaram 5%. E o número de pessoas que não souberam responder ou não responderam ficou em 3%.
A pesquisa, contratada pela TV Verdes Mares e divulgada nesta sexta-feira, pelo Jornal Diário do Nordeste, foi realizada entre os dias 22 e 26 deste mês, ouviu 805 eleitores, tem uma margem de erro de três pontos para mais ou para menos e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número CE) sob o número 00086/2012.




Comunidades de Crateús celebram festas religiosas

A Diocese tem orientado a comunidade católica para que a devoção dos padroeiros represente em significados práticos
Crateús. Duas festas religiosas em bairros tradicionais estão animando esta cidade durante essa semana. A Festa de Santa Teresinha, cuja igreja é localizada no Planalto e mobiliza os católicos locais e ainda de Fátima II, Campo Verde, Nova Terra, Campo Velho, Conjunto são José, Conjunto Nossa Senhora de Fátima, Planaltina, Conjunto Santa Teresinha, Terra Livre e Terra Prometida. Já a festa em homenagem ao padroeiro São Francisco, realizada na igreja de mesmo nome, é comemorada pelos fiéis do bairro Fátima I.

Crianças recebem a Bíblia com chuva de pétalas, lembrando a santa das rosas. Os fiéis fazem vigílias diariamente para orar para Santa Teresinha. A padroeira é uma das mais louvadas entre os católicos do Município FOTO: SIL VÃNIA CLAUDINO

A Igreja de Santa Teresinha está em construção e a de São Francisco acaba de passar por uma grande reforma.

Reflexão

O tema central da padroeira, que se iniciou no último sábado e vai até o dia 1°, é "Santa Teresinha, Mística, Missionária e Servidora da Palavra".

Desmembrado em três subtemas, o festejo chama a atenção dos fiéis à reflexão. No primeiro tríduo indaga, por meio das leituras sobre os frutos que a vida do fiel tem gerado; no segundo pergunta se a comunidades está fazendo a vontade de Deus e no último se volta para a seguinte reflexão: "que rosto de Deus a nossa comunidade revela?".

De acordo com o padre Helton Rodrigues, os subtemas da festa foram montados com o intuito de levar o devoto e a comunidade como um todo à reflexão sobre a sua vida, as suas práticas de humildade e acolhimento.

"Em reuniões com a própria comunidade definimos essa forma de tríduo, que já havíamos feito ano passado e agora com reflexões, para que todos meditem e se deixem conduzir pela Palavra do Senhor e inspirados pelo exemplo de Santa Teresinha", afirma.

Na programação da festa todas as noites acontecem novenas nos bairros pertencentes à comunidade e na Igreja ocorre celebração eucarísticas às 19 horas. E cedo da manhã oração nos bairros. No dia 1°, último dia da festa e data em que se comemora Santa Teresinha ocorrerá a tradicional Procissão Luminosa às 18 horas, em que os fiéis levam velas. E para a última missa da festa, após a procissão, os fiéis levam rosas, para serem abençoadas, a fim de recordar o título de Santa Teresinha como a Santa das Rosas.

A programação social, que ocorre após as missas, no pátio da Igreja conta com barracas com comidas típicas e apresentações musicais.

Trânsito
Com o tema "Celebrar a vida em comunidade, conhecendo nossa realidade e fortalecendo a nossa fé em Jesus Cristo a partir do testemunho de são Francisco", os festejos em homenagem a São Francisco começaram dia 25 e se estendem até o dia 4, data tradicional da festa do santo.

O centro da festa é debater e chamar a atenção dos fiéis e devotos de São Francisco para a prática da caridade. Nas celebrações, novenas e missas a virtude da caridade está sempre enfocada e chamando a comunidade católica para sua prática, à luz do exemplo de São Francisco.

Além das missas, novenas e celebrações, há momento de adoração ao Santíssimo Sacramento e na programação de hoje está programada a realização da via sacra a partir das 17 horas.

Nos últimos dois dias, 3 e 4 próximos, a expectativa é que a festa mobilize centenas de católicos do perímetro urbano e da zona rural de Crateús, em torno do tradicional "Trânsito de São Francisco", que significa a passagem de São Francisco desta vida, ou seja, a sua morte, ocorrida no dia 3 de outubro de 1226. E no dia 4, volta a ser lembrado na procissão no bairro Fátima I, às 17 horas.

Mais informações:

Paróquia Senhor do Bonfim
Rua Cel. Zezé, 1074
Centro - Crateús
Sertão dos Inhamuns
Telefone: (88) 3691.2207


Silvânia ClaudinoRepórter 

quinta-feira, setembro 27, 2012

Pesquisa - Fortaleza


Elmano assume liderança com 24%, Roberto, 19%, Moroni 18%, e Heitor, 13%

Pesquisa, encomendada e publicada pelo Jornal O POVO
Por: Mário Silva
O candidato do PT à Prefeitura de Fortaleza, Elmano de Freitas, assume, pela primeira vez, a liderança das intenções de votos apuradas pela pesquisa do Instituto Datafolha/Jornal O POVO. A pesquisa foi realizada na terça-feira e ontem. Elmano está com 24% das intenções de votos, ficando, em segundo lugar, o candidato do PSB, Roberto Cláudio (19%) e, em terceira posição, o candidato do DEM, Moroni Torgan (18%). O pedetista Heitor Férrer aparece com 13% de apoio dos eleitores.
As três pesquisas anteriores, com a mesma metodologia, apontaram a liderança de Moroni Torgan. Moroni saiu de 27% de apoio dos eleitores (Datafolha dos dias 18 e 19 de setembro) para atuais 18%. Em relação à sondagem anterior (10 e 11/09), Moroni perdeu quatro pontos, enquanto Elmano saiu de 16 para 24, e Roberto Cláudio ganhou dois pontos - 17 para 19%. Heitor 14 pontos e, agora, tem 13.
A pesquisa do Instituto Datafolha, publicada na edição desta quinta-feira do Jornal O POVO, ouviu 1.143 eleitores e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número CE 00079/2012. De acordo com a pesquisa, Renato Roseno tem 7%, seguido de Inácio Arruda (3%), Marcos Cals (3%) e Gonzaga (1%). Os candidatos do PRTB, Valdeci Cunha, e do PPL, André Ramos, não pontuaram. Entre os eleitores, 4% disseram que votariam em branco ou anulariam o voto, e 8% não quiseram ou não souberam responder.

quarta-feira, setembro 26, 2012

Ipaporanga - Agora é em Lagoa do Barro

Justiça Eleitoral nega pedido de liminar

Greve


Bancários sinalizam fim da greve após proposta patronal

A oferta de reajuste salarial da Fenaban foi de 7,5%, o que significa um aumento real de 2%

Agência fechada durante greve dos bancários, no Rio de Janeiro
Os trabalhadores vão votar a oferta em assembleias entre esta quarta e quinta-feira (Reuters)
Uma semana após o início da greve dos bancários, a Federação Nacional de Bancos (Fenaban) apresentou nesta terça-feira nova proposta de reajuste salarial que agradou o Comando Nacional dos Bancários. Em reunião em São Paulo, a proposta oferecida pelo setor patronal foi de 7,5% de reajuste para os salários, o que representa um aumento real de 2%. Os trabalhadores vão votar a oferta em assembleias no país entre esta quarta e quinta-feira, mas a indicação feita pelos sindicalistas é de aprovação da proposta e de fim da greve.
"A nossa avaliação é de que tivemos avanços nos principais pontos da reivindicação e o aumento real de 2% é próximo ao de outras categorias neste ano", afirmou a presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Juvandia Moreira. O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Carlos Cordeiro, complementa: "Nossa greve forte fez com que os bancos fizessem proposta que pode ser apresentada aos trabalhadores. É uma boa proposta. Contempla aumento real, valoriza piso da categoria e dos tíquetes".
Caso os trabalhadores aprovem a proposta da Fenaban, a greve dos bancários termina ainda esta semana. "Quem vai decidir são os trabalhadores em assembleias. Pode ser que amanhã a greve já acabe em algumas cidades e em outras quinta ou sexta, depende das assembleias que serão marcadas pelos sindicatos", disse Cordeiro. De acordo com Juvandia, a greve continua até decisão dos trabalhadores em assembleia. "Só o que pode acabar com a greve são assembleias", disse.
Propostas — No final de agosto, a Fenaban havia apresentado proposta linear de reajuste de 6% para salários, pisos e benefícios. O pedido dos trabalhadores anteriormente era de 10,25% de reajuste salarial, sendo 5% de aumento real. Em 2011, de acordo com Cordeiro, a categoria ficou parada por 21 dias e recebeu aumento real de 1,5%. Neste ano, com sete dias de mobilização, a Fenaban ofereceu aumento real de 2%.
Além do reajuste salarial, a Fenaban propôs reajuste de 8,5% (2,95% de aumento real) para piso salarial, vale alimentação e vale refeição. O piso do caixa passa de 1.900,00 reais para 2.056,89 reais. O vale alimentação passa de 339,08 reais para 367,92 reais. O vale-refeição vai de 19,78 reais para 21,46 reais por dia. O aumento proposto pela Fenaban para a parte fixa da participação nos lucros e resultados (PLR) e para o teto do adicional foi de 10% (aumento real de 4,37%). A PLR adicional é de 2% do lucro líquido distribuído de forma linear.
"Tivemos avanços também na questão da segurança bancária, vamos discutir um projeto piloto em conjunto com a Fenaban sobre o assunto. Temos avanços na saúde, na questão da igualdade de oportunidade", disse Cordeiro. Nesta terça-feira, o movimento grevista da categoria entrou no seu oitavo dia. Até a esta segunda-feira, de acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), 9.386 agências estavam fechadas. O número representa cerca de 43% do total de 21.714 unidades no país.
(com Agência Estado)

População impede demolição de prédio

Para impedir a ação contra o prédio histórico, um grupo de pessoas se revezou em vigília, ocupando o local durante a noite de segunda-feira e continuaram por todo o dia de ontem FOTO: SILVANIA CLAUDINO
Crateús Representantes de instituições culturais, movimentos sociais e populares impediram a demolição de um dos prédios mais antigos e pomposos da cidade, na noite da última segunda-feira. Os manifestantes chegaram ao local poucos minutos antes da demolição do prédio. Parte do muro do quintal já havia sido destruída.

O restante da ação, conduzida por máquinas contratadas pelo grupo Ramlive - atual proprietário da antiga residência - foi impedida devido à ação dos manifestantes, que se ficaram dentro e ao lado do prédio, contendo a atividade. Conhecido pelos crateuenses como "Casarão" ou "Castelo", o prédio do Centro foi construído em 1932 pelo médico Benjamin Hortêncio.

O grupo Ramlive, nascido em Crateús, atua nos ramos de calçados e confecções. Atualmente, tem lojas espalhadas em vários Municípios do Estado. Adquiriu o prédio há pouco mais de um mês, e se utilizava da destruição da construção para erguer um novo empreendimento, com futuras lojas e apartamentos.

"Adquirimos para realizar investimentos na cidade e não havia nenhum registro que impedisse a ação. O prédio não é tombado e então compramos e estamos com tudo legalizado e autorizado. Estamos de acordo com as leis", afirmou um dos sócios do Grupo, Adail Rodrigues.

A polêmica tomou conta dos presentes ao local. Uns concordavam com a ação, outros eram contra. Os manifestantes efetuaram discursos, justificando o impedimento com base na necessidade de preservação do patrimônio histórico e cultural do Município. Um grupo se revezou em vigília, ocupando o local durante a noite de segunda e continuaram por todo o dia de ontem.

Falta de preservação
Para o presidente da Academia de Letras de Crateús (ALC), Elias de França, o episódio mostra a falta de preservação com o patrimônio histórico da cidade. "Não é possível que Crateús permita que sua história e memória sejam destruídas. Já perdemos muitos prédios antigos. O Mercado Velho, por exemplo, só tem o portão. Muitos outros já foram derrubados. Faremos tudo para preservar esse patrimônio. É um prédio bonito, imponente e localizado em um alto. Não há quem não se encante com ele", disse.

De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura, não há nenhum prédio tombado na cidade. Há a Lei n° 186/2011, de 26 de outubro de 2011, que dispõe sobre a preservação do patrimônio histórico do Município e cria o Conselho Municipal do Patrimônio Histórico.

"A Lei Municipal não impede a demolição do prédio, porque não é tombado", cita Aldo Costa, titular da pasta da Cultura.

Mediação
Pela manhã a polêmica continuou. Quem não tinha tomado conhecimento do fato, soube cedo. As emissoras de rádio locais abriram os microfones à população, que manifestava a sua opinião sobre o acontecimento. Os envolvidos procuraram o Ministério Público, que os convocou para uma reunião. No encontro, o promotor José Arteiro Soares Goiano, citando a Constituição Federal como protetora de valores materiais e imateriais, propôs que o Grupo sustasse a ação até que a Justiça defina o conflito de interesses, que tem de um lado o grupo empresarial e de outro a resistência da sociedade.

O empresário Adail Rodrigues acatou e se comprometeu a aguardar a decisão judicial. Goiano ventilou também a possibilidade de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

Silvania ClaudinoRepórter 

O Tatu sai da toca

Tatu-bola gigante é exposto na Praça do Ferreira e atrai legião de crianças e curiosos, já no clima do Mundial 2014
O Centro de Fortaleza entrou no clima da Copa do Mundo. Uma versão gigante do mascote do Mundial de 2014, o tatu-bola (ainda sem nome), começou a ser exposta na Praça do Ferreira na manhã de ontem.

Réplica do mascote da Copa do Mundo chegou na manhã de ontem ao Centro de Fortaleza e rapidamente ganhou as atenções de todos os que passavam pelo local. Boneco ficará em frente à Coluna da Hora até o dia 24 de outubro FOTO: RODRIGO CARVALHO

Saindo de uma toca, o animal de plástico, que possui sete metros de altura e cinco de largura, tem atraído a atenção dos transeuntes da tradicional praça.

"Acredito que essas cores fortes são o motivo do sucesso do mascote", afirma a vendedora Maísa Dias, de 32 anos, que parou para ver o boneco com o filho de quatro anos.

Encantados com a beleza do personagem, que ficará posicionado em frente à Coluna da Hora até o dia 24 de outubro, várias crianças se aproximaram da grade que as separa do tatu.

"Eu vim arrastado por ele", entrega o engenheiro Paulo Andrade, 31, referindo-se ao filho Felipe, de apenas seis anos. "Isso já é um bom aquecimento para o Mundial", conclui.

Mas não foram apenas crianças que pararam para admirar o boneco. O jovem Pedro Vasquez, 19, por exemplo, tirou várias fotos do mascote.

"Foi uma ideia muito criativa e que está funcionando muito bem. Ficou bonito", exalta.

Associação Caatinga
Escolhido por sugestão da Associação Caatinga, ONG cearense que defende a conversação da do bioma predominantemente nordestino, o tatu-bola foi oficializado no início deste mês como mascote para a Copa de 2014.

Na semana passada, a Fifa divulgou a lista de três nomes para batizar o animal. As opções em votação são Amijubi, junção das palavras amizade e júbilo; Fuleco, união das palavras futebol e ecologia; e Zuzeco, mescla de azul e ecologia.

Os nomes foram muito contestados e, inclusive, geraram um abaixoassinado na internet. A Fifa, por sua vez, afirmou na última semana que já recebeu cerca de 115 mil votos.

O resultado oficial da votação para a escolha do nome será divulgado no dia 25 de novembro.

terça-feira, setembro 25, 2012

Demolição!


 NENHUM PREDIO EM NOSSA CIDADE É TOMBADO COMO PATRIMÔNIO E ESSE ESTAVA SENDO DEMOLINDO, MESMO COM MUITOS PROTESTO CHEGANDO ATE SER INVADIDO POR PESSOAS QUE FAZEM PARTE DA CULTURA DE NOSSA CIDADE, O QUE MOMENTANEAMENTE PARALISOU A DEMOLIÇÃO,














segunda-feira, setembro 24, 2012

VOX POPULI Pesquisa - Fortaleza



Elmano e Roberto empatam com 20%, Moroni cai e fica com 17%

Pesquisa, contratada pela TV Bandeirantes, ouviu 1.500 eleitores, entre os dias 19 e 21 deste mês
Por: Mário Silva
O candidato do DEM, Moroni Torgan, perdeu a liderança na corrida pela Prefeitura de Fortaleza, caiu para terceiro lugar e ficou com 17%, em uma disputa polarizada entre os candidatos do PT, Elmano de Freitas, e do PSB, Roberto Cláudio, que tem, cada um, com 20% das intenções de votos, de acordo com dados da mais nova pesquisa do Instituto Vox Populi, divulgada, na noite desta segunda-feira, pela TV Jangadeiro, afiliada à Rede Bandeirantes.
O quarto lugar, com 9%, é ocupado pelo candidato do PDT, Heitor Férrer, que tem 9% dos votos, seguido do candidato do PSOL, Renato Roseno (6%), de Inácio Arruda, do PC do B, com  4%, Marcos Cals (3%) e Gonzaga, do PSTU, com 1%. Os candidatos do PPL (André Ramos) e do PRTB (professor Valdeci) não receberam citações. Entre os eleitores, 16% não souberam ou não quiseram responder, e 4% votariam em branco ou anulariam o voto.
A pesquisa do Instituto Vox Populi, contratada pela TV Bandeirantes, foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TER) sob o número 00067/2012, ouviu 1.500 eleitores, entre os dias 19 e 21 deste mês, e tem uma margem de erro de 2,5 pontos percentuais. A pesquisa comentada você terá, nesta terça-feira, a partir das 7:30 horas, no Jornal Alerta Geral (FM 104.3 – Grande Fortaleza), sob o comando do jornalista Luzenor de Oliveira e participação especial do jornalista Beto Almeida.
 
QUADRO COMPARATIVO
PESQUISAS       25 A 27/08 (%)      21 A 23/09 (%)
Moroni Torgan         26%                   17%
Elmano de Freitas   13%                    20%
Roberto Cláudio      12%                    20%
Heitor  Férrer          09%                   09%
Inácio Arruda         09%                    04%
Roseno Roseno       07%                   06%
Marcos Cals            03%                   03%
Gonzaga                00%                    01%
André Ramos         01%                    00%
Valdeci Cunha         00%                   00%
N/B                        05%                   04%
NSR                       15%                   16%